Pages

segunda-feira, 21 de maio de 2012

"Índios" invadem propriedade em São José e atiram em mulher grávida



Ontem, por volta das 11h, supostos índios tupinambás armados invadiram a sede da Fazenda Santa Maria, em São José da Vitória, e atiraram contra Nadieli Oliveira Nogueira, 18 anos. Os disparos atingiram as pernas da vítima, que está internada no Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem), em Itabuna. O quadro de saúde de Nadieli é estável, mas ainda não foram feitos exames para confirmar possível perda do bebê. De acordo com Ricardo Amaral, parente da vítima, os homens invadiram a sede da fazenda pelos fundos e quando alcançaram a varanda de uma das casas ordenaram que todos deitassem no chão. “Os meninos correram porque poderiam ser mortos ali mesmo”, disse ao PIMENTA. Na tentativa de procurar abrigo, a gestante de quatro meses foi atingida numa das coxas e na parte inferior da perna. Os atiradores chegaram na fazenda em um Fiat Siena, cor vinho, segundo relatos das vítimas. “Foi a mão de Deus que colocou as vítimas rapidamente em suas casas, evitando o pior”, diz Amaral. “Na fuga, os assassinos avisaram que vão voltar”. Os fazendeiros da região falam em reforçar a segurança para tentar inibir a ação dos tupinambás, comandados pelo cacique Rosivaldo Ferreira, o Babau. O PIMENTA não conseguiu contato com o cacique Babau. A tentativa de homicídio ocorrida na Fazenda Santa Maria está sendo denunciada na Polícia Federal hoje. Os tupinambás reivindicam faixa de 47 mil hectares que apontam ser reserva indígena. A área envolve parte dos municípios de Ilhéus (Olivença), Buerarema e Una, além de São José da Vitória.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Será revisada...

Postar um comentário